terça-feira, julho 20, 2010

Dá para entender?


Somos bombardeados a toda a hora com os números da crise. Sentimos nas carteiras o peso cada vez maior da carga fiscal. Damos conta, no dia-a-dia, que a nossa economia caseira está cada vez mais debilitada Como compreender, então, que a venda de automóveis de luxo em Portugal esteja a subir em flecha?


A Porsche cresceu 52,4%. Só nos primeiros seis meses deste ano vendeu 192 automóveis, cujo custo por unidade oscila entre os 66 e os 273 mil euros. Também a Jaguar vendeu no primeiro semestre 156 viaturas.


Por isso, o cidadão comum tem muita dificuldade em aceitar que as tão propaladas assimetrias na distribuição dos rendimentos continuem a verificar-se de forma tão ostensiva e repugnante. E não é por inveja, entenda-se. É mesmo por uma questão de (in)justiça social.


Há uma crise profunda que ameaça liquidar pessoas, empresas e até mesmo países. No entanto, em Portugal, está em franca ascensão o mercado dos carros de luxo e não se sente qualquer retracção na venda de apartamentos que custam muitos milhões de euros.


Dá para entender? Não, não dá.

3 Comments:

At terça-feira, julho 20, 2010 1:45:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Claro que dá. A crise é o dinheiro a mudar de mãos. Se uns perdem, outros têm que ganhar.

 
At terça-feira, julho 20, 2010 5:36:00 da tarde, Anonymous olavretni said...

Mr. Anónimo:
E isso explica por que é que uns quantos têm tanto e a maioria está de tanga?

 
At terça-feira, julho 20, 2010 7:12:00 da tarde, Anonymous provocador said...

Então e qual é o mal de estarmos de tanga? É Verão não é?

 

Enviar um comentário

<< Home