terça-feira, julho 01, 2014

República ou Monarquia?



Nasci e fui criado no regime republicano vigente e nunca tive um interesse particular pelas deslumbrantes festas e notícias da monarquia tão badaladas nas revistas cor-de-rosa. Apesar de, ainda há pouco, ter dedicado alguma atenção às cerimónias da abdicação do Rei Juan Carlos a favor do Príncipe Filipe, seu filho. Mas, na verdade, não tenho argumentos fortes a favor de um ou de outro modelo de Estado. Enfim, parece-me mesmo que para a generalidade dos cidadãos tanto faz, desde que as coroas vivam em democracia. Não tenho argumentos mas tenho um "porém": é que na República são os cidadãos que escolhem, por voto directo, o Presidente (o que não nos garante grande coisa, diga-se em abono da verdade), enquanto na monarquia a sucessão real não carece do voto do povo.

E os custos de um ou de outro sistema serão semelhantes? É reveladora a reportagem da RTP1, em que a sua correspondente em Madrid relatava:

"a monarquia custa a cada espanhol 19 cêntimos enquanto a Presidência da República em Portugal custa a cada português 1 euro e 58 cêntimos. Em termos de transferência do Estado, o Governo Espanhol transfere para a Casa Real quase 9 milhões de euros enquanto o Governo Português transfere para a Presidência da República quase 16 milhões de euros".

Estou em crer que este ESCÂNDALO nada tem a ver com o facto dos países serem Repúblicas ou Monarquias. Mas dá que pensar, não é?