segunda-feira, janeiro 25, 2010

Chamem-lhe milagre …


Isso, se não tiverem outro nome, chamem “milagre” ao facto de, ao fim de onze dias após o terrível sismo que devastou o Haiti, ter sido retirado dos escombros um homem com vida.


Já depois das operações de busca terem sido oficialmente suspensas, a teimosia e a obstinação da família (que disse ter ouvido a sua voz) e da equipa de socorrista que o salvou foram determinantes para o resgate de Wismond Exantus.


Este jovem de 25 anos resistiu onze dias, façanha nada comum neste tipo de tragédias, e sobreviveu, segundo ele, porque bebeu Coca-Cola e cerveja e comeu bolachas a que conseguiu chegar nas ruínas de uma mercearia onde ficou soterrado, num pequeno buraco onde mal se podia mover.


“Não gritei, simplesmente rezei”, disse.


Perante tamanha perseverança e fé não posso deixar de acreditar que, neste caso, realmente aconteceu um milagre.