quarta-feira, dezembro 28, 2011

Hoje faço anos



Interrompo as férias natalícias, no dia do meu aniversário, para partilhar convosco um excerto de um pensamento do Nobel da Literatura, o alemão (naturalizado suíço) Hermann Hesse, que acho sábia e adequada:


“… para mim, a noção de pessoa velha ou nova só se aplica às pessoas vulgares. Todos os seres humanos mais dotados e mais diferenciados são ora velhos ora novos, do mesmo modo que ora são tristes ora alegres… A idade só perde valor quando quer fingir ser juventude…”


2 Comments:

At quarta-feira, dezembro 28, 2011 4:15:00 da tarde, Anonymous Anocas said...

Ora, nem mais! Grande verdade !

 
At quinta-feira, dezembro 29, 2011 4:44:00 da tarde, Anonymous Fernando Gomes said...

Olá meu bom amigo,
Concordo em absoluto com o pensamento do Nobel da Literatura. Aliás, para mim a noção de "velho" ou "novo", está relacionada com a parte psicológica de cada um, pois tudo depende da forma como vemos a vida, a sentimos e a pensamos. Apesar das limitações físicas que vão aparecendo com a idade, se mantivermos um espírito jovem e aberto, seremos para sempre "jovens", se pelo contrário, olhamos para a vida de uma forma negativa, de incapacidade em realizar sonhos, atingir objectivos e em viver a vida, ai sim, somos velhos apesar da idade jovem que temos. Incrível como funciona a nossa mente, e de tudo aquilo que ela é capaz. Quanto a mim, bom, eu em muitas matérias da vida insisto em ser um "Peter Pan", na recusa em crescer e de ficar velho para isto ou para aquilo. Na realidade, se trabalharmos a mente nesse sentido, e por muito que a vida passe por nós, seremos sempre jovens (Tal como o meu Amigo Palma).
Um abraço e espero que tenha tido um excelente dia de aniversário

 

Enviar um comentário

<< Home