quinta-feira, março 08, 2012

Conflito de gerações

Já ontem tinha aqui referido que é perigoso comentar ou aceitar como verdadeiras todas as histórias que são veiculadas pela net. Por isso, também não garanto que a história que hoje vos trago tenha alguma vez acontecido mas … conta-se que o médico inglês Ronald Gibson (ao que parece existe mesmo e é o senhor da fotografia), dissertando sobre conflitos de gerações, começou uma conferência citando quatro frases:

1 – A nossa juventude adora o luxo, é mal-educada, troça da autoridade e não tem o menor respeito pelos mais velhos. Hoje, os nossos filhos são verdadeiros tiranos. Eles não se levantam quando uma pessoa idosa entra, respondem aos seus pais e são simplesmente maus.

2 – Não tenho mais nenhuma esperança no futuro do nosso país se a juventude de hoje tomar o poder amanhã, porque esta juventude é insuportável, desenfreada, simplesmente horrível.

3 – O nosso mundo atingiu seu ponto crítico. Os filhos não ouvem mais os seus pais. O fim do mundo não pode estar muito longe.

4 – Esta juventude está estragada até o fundo do coração. Os jovens são malfeitores e preguiçosos. Eles jamais serão como a juventude de antigamente. A juventude de hoje não será capaz de manter a nossa cultura.

Depois de ter lido as quatro citações e perante a aprovação silenciosa dos espectadores, decidiu revelar a origem delas:

A primeira é de Sócrates – o filósofo grego - (470 - 399 a.C.).
A segunda é de Hesíodo – poeta grego - (720 a.C.).
A terceira é de um sacerdote (do ano 2000 a.C.).
E a quarta está escrita num vaso de argila com mais de 4000 anos que foi descoberto nas ruínas da Babilónia.

E o Dr. Ronald Gibson terminou esta curta palestra exclamando: “Fantástico! Não mudou nada! Pais e Mães acalmem-se, o mundo sempre foi assim.

Gerou-se, então, um profundo silêncio na sala.