quarta-feira, novembro 12, 2014

As viragens ...



No Jornal da Noite da SIC Notícias da última sexta-feira, Francisco Louçã dizia - com uma ironia fina - mais ou menos o seguinte:

"O Primeiro-Ministro tem demonstrado a sua versatilidade na apresentação das suas propostas. Por exemplo:

em 2011 disse que a sua política iria impor uma viragem em Portugal.

em 2012 voltou a dizer que as medidas que iriam pôr em prática provocariam uma viragem em Portugal.
Ou seja, haveria uma viragem da viragem.

em 2013 tornou a afirmar que a política do seu Governo iria no caminho de uma viragem no nosso país.
Ou seja, haveria uma viragem, da viragem, da viragem.

em 2014 teimou no discurso que em Portugal, graças às suas políticas, a economia teria uma viragem
Ou seja, haveria uma viragem, da viragem, da viragem, da viragem".

 
E com tantas viragens, viradelas e reviravoltas, os portugueses sentem-se completamente tontos, e pior, sem quaisquer esperanças de futuro.