segunda-feira, junho 29, 2009

A solução


A história conta-se em duas palavras.



Quando construíam uma estrada de acesso à vila de Pevidém (concelho de Guimarães), engenheiro e mestre-de-obras encarregados da tarefa, ambos homens teimosos e de personalidade forte a ponto de nunca darem o braço a torcer, decidiram levar avante as suas ideias e, contra o que manda o mais elementar bom senso, mandaram executar duas estradas a partir de determinado lugarejo. Ambas tinham quatro quilómetros de extensão até à vila mas os traçados foram desenhados quase paralelamente a partir de um certo ponto, uma pelo lado direito e outra pelo esquerdo.



Como podem perceber …



Claro que a história é ficcionada mas bem poderia ter sido verdadeira. De qualquer forma o que achamos é que Pevidém dispensava a dupla placa. Com esta confusão pode ter acontecido que muitos dos condutores que pretendiam seguir até à vila, de tão baralhados que ficaram ao chegar àquele local decidiram, pura e simplesmente, voltar pelo caminho de onde vieram.