quinta-feira, novembro 05, 2009

O cai-cai


O título da crónica de hoje poderia sugerir que eu iria escrever sobre aqueles vestidos mais versáteis e sexy que, sem alças, parecem querer cair a qualquer momento. Não, lamento desiludir os meus Amigos, mas o tema que vos trago é bem menos agradável.


O cai-cai a que me refiro é o da perda de qualidade em duas áreas específicas que devem merecer a nossa atenção.


A primeira, Portugal caiu (o primeiro cai) 14 posições no ranking da liberdade de imprensa. Segundo a organização “Repórteres Sem Fronteiras” o nosso país passou do 16º posto para o 30 lugar na lista dos países que mais respeitam o trabalho dos jornalistas. Apesar de Portugal, em termos mundiais, continuar numa posição razoável, mesmo assim, considero que uma queda tão acentuada no que respeita … ao respeito pela liberdade de imprensa é, no mínimo, preocupante.


A segunda escorregadela (o outro cai) tem a ver com as desigualdades entre homens e mulheres no acesso a recursos e oportunidades. Em 2006 Portugal estava em 33º lugar, em 2007 caiu para 37º e em 2008, pelo terceiro ano consecutivo, voltou a cair agora para a 39º posição. Outra descida que nos deve preocupar.


Convenhamos que todo este cai-cai é demasiado. Também nestas áreas o nosso país vai ficando mais longe dos outros. Porquê?