quarta-feira, julho 18, 2012

O cerco aperta-se


Muita gente reconhece em D. Januário Torgal Ferreira, o Bispo das Forças Armadas, a qualidade de quem diz o que pensa. Muitas vezes polémico, é acutilante nas suas críticas e não poupa nas palavras quando pretende atingir os alvos. Ainda que, por vezes, a forma possa ser considerada panfletária e injusta.

Ainda há pouco, numa entrevista a uma rádio dizia “O povo português tem sido extremamente exigente e, ao mesmo tempo, extremamente paciente".

Agora, foi bem mais longe quando à TVI 24 no programa “Política Mesmo” acusou, com todas as letras, o Governo de Passos Coelho de ser corrupto. Disse “… os membros do governo de Sócrates eram uns "anjinhos" em comparação com estes "diabinhos negros … Há jogos atrás da cortina, habilidades e corrupção. Este Governo é profundamente corrupto nestas atitudes a que estamos a assistir … o problema é civilizacional, porque é ético. Eu não acredito nestes tipos, em alguns destes tipos, porque são equívocos, porque lutam pelos seus interesses, porque têm o seu gangue, porque têm o seu clube …”.

O cerco aperta-se. Esta foi só mais uma acha para a fogueira. À falta de credibilidade e de ética bem evidenciados por alguns membros do Governo juntam-se, cada vez em maior número, as vaias e palavras de ordem contra quem detém o poder. Um pouco por todo o lado e nem sempre da forma orquestrada como nos querem fazer crer. É que a passividade (aparente) do povo começa a ser substituída pela revolta. O cerco aperta-se, repito.


1 Comments:

At terça-feira, julho 24, 2012 8:57:00 da manhã, Anonymous Fernando Gomes said...

Haja alguém que tenha a coragem de dizer as verdades...LOL

 

Enviar um comentário

<< Home