quinta-feira, janeiro 09, 2014

O vocabulário político não pára de surpreender ...



Ainda ontem aqui me referi às dificuldades de comunicação de Assunção Esteves e volto agora a escrever sobre a Presidente da Assembleia da República para, desta vez, reconhecer publicamente a minha incapacidade em perceber muitas das coisas que diz.


Como no caso de uma declaração à Renascença sobre os seus desejos e receios para 2014, em que Assunção Esteves afirmou:


"Temos sempre um receio humano de não conseguir. O meu medo é o do inconseguimento, em muitos planos: o do inconseguimento de não ter possibilidade de fazer no Parlamento as reformas que quero fazer, de as fazer todas, algumas estão no caminho; o inconseguimento de eu estar num centro de decisão fundamental a que possa corresponder uma espécie de nível social frustacional derivado da crise."


ao que acrescentou:


que o seu maior receio é de “um não conseguimento ainda mais perverso: o de a ..."

Conseguimento, inconseguimento e frustacional ... disse ela!


De facto, não estou preparado para tanto. É um vocabulário demasiado elaborado para mim ...





1 Comments:

At quinta-feira, janeiro 09, 2014 9:10:00 da tarde, Blogger fernanda cunha said...

dicionário político, precisa-se...alavancagem recalibrar, tudo palavras desconhecidas até agora. Parabéns pela tua crítica!

 

Enviar um comentário

<< Home