quinta-feira, junho 19, 2014

Quando "dignidade" soa a uma palavra menor ...



Há dias falei ao telefone com um grande Amigo (que foi meu chefe e com quem aprendi muito) que se mostrava desolado com o facto de auferir uma parca pensão de mil e poucos euros, depois de ter oferecido à empresa onde trabalhou 40 anos, com total dedicação e disponibilidade (reconhecidas aliás na época) e que o guindaram a alto quadro da organização. Ele foi, de facto, um profissional competente e totalmente dedicado.

O desabafo que ouvi da sua boca deixou-me a pensar como é injusto que depois de tanto esforço e durante tanto tempo, a empresa não lhe tenha atribuído, como reconhecimento devido, uma pensão mais digna. Estou a falar-vos deste meu Amigo mas esta posição contempla, naturalmente, todos aqueles que se encontram na mesma situação. E serão muitos.

Por outro lado, soube-se a semana passada que o ex-Ministro da Economia de José Sócrates, Manuel Pinho, de 60 anos, está a negociar com Ricardo Salgado a sua reforma antecipada, vinte anos depois de ter entrado no grupo BES. Uma negociação que passa por reclamar mais de 3,5 milhões de euros de compensação até à idade da reforma (65 anos). Fonte do Grupo Espírito Santo afirmou que Pinho tem direito a uma reforma desde os 55 anos, não como administrador do BES África (onde aufere cerca de 50 mil euros mensais), mas como administrador executivo que foi, durante cerca de 10 anos, no BES.

Não disse, mas decerto entenderam, que o meu Amigo também trabalhou no BES. Mas, como em tantas outras coisas, também aqui se verificam tratamentos diferenciados. Não pretendendo questionar sequer quem "deu" mais à Instituição. O que sublinho é que um - quadro superior do Banco - esteve lá mais de 40 anos e tem mil e poucos euros de pensão, enquanto que o outro - Director e mais tarde Administrador - esteve metade desse tempo e, sabendo como o BES teve durante ano a fio, uma política generosa de remuneração dos seus quadros de gestão, está a negociar mais de três milhões e meio de euros, o que dará uma reforma substancialmente maior.


A vida é injusta, já dizia o Calimero. Mas podia ser um bocado menos quando o que está em causa é a dignidade das pessoas.

1 Comments:

At quinta-feira, junho 19, 2014 10:46:00 da manhã, Anonymous Porcos no Espaço said...

Tudo se resume a esta brilhante tirada de Calvin&Hobbes:

http://francielyruti.files.wordpress.com/2011/01/tira_calvin.jpg

 

Enviar um comentário

<< Home