quarta-feira, julho 01, 2009

Desconformidades

A fazer fé num estudo recente, 57% das famílias portuguesas vivem com menos de 900 euros por mês. E, segundo o mesmo estudo, os portugueses – essas mesmas famílias – vivem felizes. “Pobretes mas Alegretes”, como se dizia dantes. Custa a acreditar que pessoas que mal conseguem sobreviver sintam tamanho estado de espírito.




Em contraponto, Cristiano Ronaldo que ganha bem mais que 900 euros por mês (quero dizer, por hora), parece andar desorientado. E a prová-lo aí está a notícia de que agrediu uma jovem de 17 anos só por que esta o terá perseguido com o intuito de o filmar. De tal forma o jogador ficou perturbado que saiu do seu Ferrari e partiu a pontapé o vidro do carro onde estava a menor, ferindo-a com os estilhaços.




Quase que apetece dizer que o dinheiro não dá felicidade. Ou colocadas as coisas de uma outra maneira, é capaz de haver uma desarmonia entre o conceito de felicidade e o dinheiro.