segunda-feira, março 18, 2013

No bom caminho? Que raio de conversa é essa?



Na conferência de imprensa em que comunicou os resultados da sétima avaliação da troika, o ministro das Finanças anunciou (e agravou) as perspectivas para a economia portuguesa para este ano. O PIB cairá 2,3%, muito acima das previsões de 1% definidas no Orçamento do Estado, o desemprego (oficial) deverá chegar aos 18,2%, atingindo nos últimos meses a barreira dos 19% e o défice público para este ano passará de 4,5% para 5,5%.

Perante tantas previsões falhadas, Vítor Gaspar continua a dizer-se preocupado mas que "continuamos no bom caminho". No bom caminho? Mas que raio de conversa é essa se tudo está a desabar em cima de nós? Os sacrifícios para os portugueses são cada vez maiores e os resultados pioram a olhos vistos. Perante mais este "falhanço colossal" da receita aplicada, Vítor Gaspar deveria ter terminado o seu discurso com uma simples frase: "Por tudo isto, obviamente, apresento a minha demissão do Governo".

Recordo que, há uns tempos (em 2010), Passos Coelho dizia: “Se nós temos um Orçamento e não o cumprimos, se dissemos que a despesa devia ser de 100 e ela foi de 300, aqueles que são responsáveis pelo resvalar da despesa também têm de ser civil e criminalmente responsáveis pelos seus actos e pelas suas acções”.

De facto, ele disse isso mas ... já esqueceu!
 
 

2 Comments:

At segunda-feira, março 18, 2013 12:49:00 da tarde, Anonymous Vexata said...

Pior do que eles se esquecerem é que, pelos vistos, não há ninguém que lhes recorde e lhes mostre a porta da rua.

 
At segunda-feira, março 18, 2013 12:55:00 da tarde, Anonymous Fernando Gomes said...

A questão é mesmo essa, ou seja, com tanto sacrifício que o povo Português tem feito, então não era para a situação melhorar? Cada vez está pior. Alguém me explica o que se passa????

 

Enviar um comentário

<< Home