quinta-feira, outubro 18, 2012

Parece-me que eles estão a "esticar a corda" em demasia ...



Ainda não há muito tempo escrevemos aqui sobre os luxos gastronómicos dos restaurantes da Assembleia da República, que são suportados pelo orçamento da própria AR. E ficámos atónitos, agora, com duas notícias recentes que davam conta de mais uns luxos também contemplados pelo orçamento (elástico) da Assembleia.

Então não é que o Orçamento da Assembleia da República para 2013 vai manter as verbas destinadas à Associação de ex-Deputados e Grupo Desportivo para a organização de eventos desportivos, nomeadamente torneios de golfe (em 2012 estas duas entidades receberam 57 mil euros)?

E o que dizer da renovação da frota automóvel do grupo parlamentar do PS que também foi custeado pelo Orçamento da Assembleia (210 mil euros)?

Bem pode dizer o Conselho de Administração da Assembleia da República que teve a preocupação de reduzir verbas em dotações. Bem pode o Partido Socialista afirmar que teve o cuidado de substituir carros de topo de gama por outros mais económicos ... mas também de topo de gama, como se apenas existissem no mercado os Audi, os BMW, os Wolkswagen e os Mercedes ... de gama alta.

Sabemos todos que a democracia tem custos. Porém, o que está em causa é o significado, o exemplo, que transmitem à população. Quando se pede um esforço gigantesco aos cidadãos, a roçar o desumano, é de uma completa insensibilidade e falta de bom-senso a ostentação que os nossos representantes continuam a demonstrar ... à conta dos contribuintes.