quinta-feira, outubro 11, 2012

Um novo consultor em perspectiva?




Vi numa reportagem de televisão um "ignorante" cidadão da Guarda afirmar que os helicópteros que combatiam os fogos que lavravam incontroláveis por várias frentes, teriam mais eficácia se tivessem outros pontos de abastecimento mais próximos. Dizia, em tom humilde "É que, enquanto vão e voltam, demoram vinte minutos e quando chegam já se reacendeu o que tinham apagado. E temos tanta água por aqui...".

 
Nessa altura não pude deixar de pensar nos versos de António Aleixo:

"Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma ciência".

 
A sabedoria está em arranjar soluções simples e viáveis. Será que ninguém tinha tido uma ideia tão óbvia? Não tarda que vão buscar o desconhecido cidadão da Guarda para consultor do órgão a quem cabe a responsabilidade de combater os fogos. E se calhar, bem ...